Bem-vindo a actualização de informação sobre a Revolução Francesa.
Vai chegar ao fim deste post com a sensação que afinal enquanto estudava história, tinha razão em não querer saber nada daquilo. É tudo mentira meus senhores.
A Revolução Francesa não se iniciou a 14 de Julho de 1789 com a queda da Bastilha. A culpa não foi dos revolucionários que quiseram tirar Luis XVI do poder e nem sequer existiram os Girondinos e os Jacobinos a travarem guerras de ideais entre si.

A Revolução Francesa inicia-se em Portugal. Todos os Verões.

img_817x460$2016_10_07_10_03_54_295315
Liberté, Egalité e Chocos Fritos.

Todos nós temos sentimos um exponencial aumento de Turistas franceses, nomeadamente entre Julho e Agosto. Isto deve-se ao período de férias escolares, em que as famílias buscam ir ao encontro de um destino bom e barato – Portugal.Um destino ” na moda ” como explica o jornal televisivo do canal francês TF1.

“Portugal é um destino que está muito na moda, particularmente Lisboa. Em França, nos últimos dois ou três anos, há imensas pessoas que vão até as terras lusas de férias e que regressam contentes. Como ouvimos falar tão bem de Portugal e de Lisboa, decidimos ir descobri-la e fazê-la descobrir aos telespetadores”, contou o jornalista à Lusa.

No final da reportagem, Guillaume Ployé, jornalista,  apresentou a fatura do fim de semana que ficou abaixo dos 200 euros, com transporte, hotel, refeição, concerto de fado e pastel de nata incluídos, um dos fatores que pode ajudar a explicar o interesse crescente dos franceses por Portugal nos últimos anos.

gráfico-trafego-low-cost-em-portugal-2010.jpg

Nós, hoteleiros, também sentimos a chegada dos Franceses. Costumam vir em sempre em formações de 5 a 10 pessoas, geralmente famílias, que não falam Português, Espanhol ou Inglês. Querem que tudo seja feito o mais rapidamente possível, sem sequer ouvirem as nossas instruções e depois voltam a Recepção de 5 em 5 minutos com questões. O que, se tu não falares francês fluentemente, complica.

Certa vez, deparei-me com 3 vôos franceses a aterrarem ao mesmo tempo, e como trabalho em um Hotel ao lado do aeroporto, 5 minutos depois tinhámos um exercito de pais cansados e crianças a chorar a nossa porta. Cerca de 50 Check-ins depois, quando tudo parecia mais calmo, começaram todos a dirigir-se ao bar. Família a família. Senti-me em um casamento Viking, puseram músicas no JBL de 40′ polegadas e enquanto bebiam, comiam também os belos tremoços portugueses.

Ora, isto eram cerca de 19h da tarde, as 01h da manhã ainda lá estavam e ainda ficaram lá pelo menos mais 1h depois que o bar fechou. Escusado dizer que recebemos reclamações de todos os outros hóspedes.

Tens experiências com hóspedes franceses? Queremos saber, conta-nos tudo!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s